Internacional

Pai afoga o filho de dois anos para "fazer sofrer" mãe do menino

Suspeito confessou que tinha matado a criança depois de descobrir que a mulher o havia traído

DR  

Um homem, de 21 anos, foi detido, esta quinta-feira à noite, por matar o filho, de dois anos, em Campo Grande, no Brasil.

Segundo o site G1, que cita as autoridades, Evaldo Zenteno “relatou com frieza” que matou o menino porque foi traído pela mãe da criança e queria “fazê-la sofrer”.

O suspeito, que ainda levou a criança para o hospital, onde viria a morrer, foi preso depois de os médicos desconfiarem de uma situação de violência. Evaldo Zenteno começou por contar uma versão de assalto e sequestro, mas depois de se contradizer acabou por confessar o crime.

De acordo com a polícia, o suspeito começou por ligar a um amigo a contar que havia sido traído pela mãe do menino, uma jovem de 21 anos, e queria fazê-la sofrer. O amigo aconselhou-o a matar o filho.

O homem terá dito que não conseguia matar o filho e o amigo ofereceu-se para o fazer com outra pessoa. No entanto, após o telefonema, Evaldo foi para casa e afogou a vítima num alguidar.

O suspeito está em prisão preventiva.