Vida

Piers Morgan garante que Paula Leça não é uma das mulheres que Cristiano Ronaldo procura

"A procura continua"

A polémica está instalada. Depois de Cristiano Ronaldo ter aproveitado, em entrevista a Piers Morgan, para convidar para jantar três ex-funcionárias de uma cadeia de fast food, que lhe ofereciam comida quando este não tinha dinheiro, foram pelo menos duas as mulheres que surgiram a garantir que seriam uma dessas pessoas.

Paula Leça foi a primeira pessoa a chegar-se à frente e a conceder uma entrevista à Rádio Renascença.

"Apareciam à frente do quiosque, como quem não quer a coisa, e, quando havia hambúrgueres a mais, a nossa gerente dava autorização para os ceder. Um deles era o Cristiano Ronaldo, que por acaso era o mais tímido. Era assim que acontecia quase todas as noites da semana", disse, em entrevista ao programa Bola Branca.

No entanto, o jornalista britânico que entrevistou o internacional português utilizou o Twitter para fazer uma publicação que já está a dar que falar, garantindo que Paula Leça não é uma das três mulheres procuradas por Ronaldo.

Mas a história não fica por aqui. Ao longo da entrevista, o jogador falou de três funcionárias, mas mencionou apenas o nome de uma: Edna. No último sábado, em entrevista ao Record, Edna Caldas identificou-se como Edna procurada por Ronaldo e recordou os tempos em que trabalhava no Macdonald's. No entanto, a história da mulher, e especialmente a sua idade, deixou muitas pessoas a desconfiar se esta será mesmo a Edna a que Ronaldo se referia. Edna Carina Emanuel Caldas nasceu a 2 de setembro de 1983, apenas um ano e cinco meses antes do craque, a 5 de fevereiro de 1985.

A diferença de idades, legalmente impossibilitaria que Edna Caldas fosse a "senhora" a quem Ronaldo se referiu durante a entrevista com Piers Morgan. Mas a mulher aponta que tudo se trata de um erro do futebolista. “Provavelmente tinha mais dois ou três anos do que os 11 ou 12 que referiu na entrevista”, defende-se, quando questionada pelo jornal.

Vários utilizadores já recorreram ao Facebook e à conta da mulher para a atacar e dizer que esta está apenas atrás de fama.