Internacional

Mãe pediu local tranquilo para filho autista estudar e professora colocou mesa na casa de banho

“O meu filho foi humilhado e envergonhado com esta sugestão desumana".

A mãe de um rapaz, de 11 anos, com necessidades especiais pediu à professora um lugar mais calmo para o filho na sala de aula, uma vez que este tem mais facilidade em concentrar-se em lugares mais tranquilos. A solução foi colocar a secretária da criança numa casa de banho.

A mãe Danielle Goodwin começou por partilhar a história, que aconteceu na Whatcom Middle School, nos Estados Unidos, na última semana, nas redes sociais.

“O meu filho tem necessidades especiais e sai-se melhor num lugar tranquilo. Esta foi a solução da professora dele ... sim, este é meu filho na casa de banho. Sim, esta é a mesa do meu filho em cima de uma sanita”, começou por contar a mãe de Lucas, que sofre de autismo e de uma doença autoimune.

“Ela também forneceu um tapete de acampamento e uma almofada para ele fazer uma sesta ... no chão da casa de banho. Perguntei se ele poderia trabalhar na biblioteca e ela disse que não”, acrescentou.

“O meu filho foi humilhado, envergonhado e enojado com esta sugestão desumana. Levei-o imediatamente para casa e ele não voltará. Quando chegámos a casa, ele vomitava de ansiedade”, contou ainda, na publicação onde partilhou uma fotografia do filho.

Em comunicado, a escola disse que tomou medidas imediatas para remover a mesa e garantir que o espaço não é utilizado como um espaço de aprendizagem.