Politica

Rio acusa Costa de ainda não ter dado a conhecer contas do SNS propositadamente

Depois de uma visita de 40 minutos ao Hospital Garcia da Orta, Rui Rio questionou-se acerca do “paradeiro” das contas do SNS relativas a 2018, que o Governo PS ainda não apresentou.

Rui Rio acusou, esta terça-feira, António Costa de esconder o relatório das contas do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Após ter visitado a ala pediátrica e o serviço de urgência do Hospital Garcia de Orta, em Almada, o líder do PSD considerou que “o diagnóstico atual é mau. Até medicamentos faltam, as listas de espera são maiores, as para as cirurgias maiores, as dívidas do SNS aumentaram”. Rio vai mais longe, acusando o Governo de não apresentar as contas relativas à gestão de 2018 por temer que o cenário “preocupante” seja do conhecimento geral.

Rui Rio caracterizou como “curioso” o facto de o último relatório a que teve acesso ter sido referente ao ano de 2017, acrescentando, em declarações aos jornalistas, que suspeita de que “ele [relatório do SNS referente a 2018] não vai sair antes de 6 de outubro”.

Ao terceiro dia de campanha eleitoral, Rui Rio confessa suspeitar de que “os números estão ainda piores que o que podemos imaginar” e afirma que o que vai ser “julgado” vão ser os últimos quatro anos. O líder do PSD declarou ainda que o que é preciso é fazer o balanço entre o ano de 2015 e 2019 já que “o PS herdou problemas, herdou, seguramente”. A grande questão que se coloca, na opinião de Rio, é se o SNS “está melhor ou pior”?.

Apesar de ter falado acerca das contas que o Executivo ainda não apresentou, o líder da oposição recusou comentar assuntos “de foro interno” quando questionado acerca da participação de Luís Marques Mendes no jantar de apoio à cabeça de lista por Leiria, Margarida Balseiro Lopes, esta terça-feira.