Internacional

Bispo da IURD não deixou filhas estudar para que não fossem mais inteligentes que os maridos

Edir Macedo está a ser chamado de "machista" e "preconceituoso".

O bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) Edir Macedo está no centro de uma polémica, depois de as suas declarações durante um dos seus cultos, no Brasil, se tornarem virais nas redes sociais. Em causa está o facto de o  também dono da rede Record dizer que não queria que as suas filhas fossem para a faculdade, de forma a evitar que se tornassem mais inteligentes do que os seus futuros maridos.

Durante a sessão de culto em questão, Edir Macedo falou sobre as suas filhas, que se encontravam ao seu lado no palco, e do seu entendimento acerca de um casamento estável. O bispo da IURD acabou a ser considerado “machista”, “preconceituoso” e “medieval”.

"Quero que casem com macho", começou por dizer na altura em que recordava as conversas que manteve com a mulher acerca da educação das filhas, que foram impedidas de prosseguir os estudos quando a família se mudou para os Estados Unidos.

“Você vai fazer até ao ensino médio. Depois, se você quiser fazer a faculdade, você é que sabe, mas até ao seu casamento você vai ser apenas uma pessoa de ensino médio. Se a Cristiane - vem cá, Cristiane - na minha visão, se ela fosse doutora e tivesse um grau de conhecimento elevado, e encontrasse um rapaz que tivesse um grau de conhecimento baixo, ele não seria o cabeça. Ela seria a cabeça. Não é isso? E se ela fosse a cabeça, não serviria a vontade de Deus”, disse Edir Macedo, ao lado da filha e do marido desta.

O dono da Record criticou ainda os “novos ensinamentos”, considerando que estes são o caminho para a “infelicidade”.

"Mas não é isso que se ensina hoje, o que se ensina é: 'minha filha, você nunca vai ficar sujeita a um homem'. Está bom, então vai ficar sujeita à infelicidade. Porque não existe família, não existe casamento, não existe felicidade [com] a mulher cabeça e o homem corpo, [isso] é fracasso. Tem mulheres inteligentíssimas que não conseguem encontrar um cabeça", considerou.