Desporto

Manuel Correia em evolução contínua no Todo-o-Terreno

O piloto Manuel Correia, mesmo obrigado a abandonar a Baja TT Idanha-a-Nova, devido à quebra do diferencial traseiro do seu Mitsubishi HRX, continua a evoluir visivelmente, nesta sua temporada de estreia no Todo-o-Terreno, depois de ter ganho o que havia para ser conquistado já no Campeonato de Portugal de Montanha durante os dois últimos anos.

Zoom Motorsport/António Silva
Zoom Motorsport/António Silva
Zoom Motorsport/António Silva

Manuel Correia e o seu navegador, Miguel Ramalho, quando estavam em recuperação no setor seletivo, foram surpreendidos pela quebra do diferencial traseiro, o que os impediu assim de prosseguir na penúltima prova do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, quando estavam a realizar uma prova em recuperação, em Idanha-a-Nova, em condições muito traiçoeiras devido à chuva, passavam por volta do quilómetro 110 do setor seletivo.

O piloto de Braga afirmou que “vínhamos a fazer uma grande recuperação, a rodar entre os mais rápidos, quando percebemos que o diferencial traseiro tinha cedido, nós ainda levámos o carro até ao final do setor, mas com o tempo perdido, o abandono tornou-se inevitável”, destacando o apoio do seu navegador e da sua equipa técnica, da ARC Sport.

Segundo Manuel Correia, “apesar disso, divertimo-nos imenso e foi muito bom rodar no Top 5 com consistência, numa prova em que sinto que evoluí bastante, por isso agora que venha a Baja Portalegre 500, que toda a gente me diz ser uma das provas mais especiais do Todo-o-Terreno, onde estamos a dar os primeiros passos”, referindo-se à derradeira prova, organizada pelo ACP Motorsport, a emblemática Baja Portalegre 500, que encerra o Campeonato de Portugal de TT entre os dias 24 a 26 de outubro.