Vida

Noami Campbell usa vestido que simula que levou um tiro e gera polémica: "Isto é um insulto"

Modelo defende-se dizendo que a sua escolha se tratou de uma "afirmação artística".

Naomi Campbell está no centro de uma polémica, depois de usar um look controverso durante a London Fashion Week.

A modelo decidiu utilizar um longo vestido branco que, na zona abdominal, tinha uma marca a simular o ferimento de um tiro. Além das críticas de vários utilizadores, houve associações que se pronunciaram sobre o look da britânica, de 49 anos, considerando que este foi uma ofensa a todas as vítimas de violência armada.

"Isto é um insulto para cada pessoa cujo filho foi assassinado no Reino Unido. Odeio quando as celebridades acham que é ótimo dar ‘glamour’ ao crime armado, é nojento", disse Lucy Cope, fundadora da Mothers Against Guns, citada pelo Daily Mail.

 "É óbvio que Naomi está um pouco velha e quer publicidade. É claro que é deplorável e um insulto a todos aqueles que foram afetados pela violência armada, mas de certa forma tenho pena dela", referiu Gill Marshall-Andrews, chefe da Rede de Controlo de Armas.

Questionada sobre a sua escolha, Naomi Campbell defendeu-se dizendo que estava a fazer uma “afirmação artística” e a apoiar uma jovem designer.

“Este vestido não tem nada a ver com ‘glamour’ de crimes com armas. É uma afirmação artística. Eu queria apoiar a jovem designer britânica Mowalola Ogunlesi, que está a fazer um ótimo trabalho e é apaixonada por trazer ao debate um problema tão sério através dos seus projetos”, disse a modelo.

Mowalola Ogunlesi, criadora da peça, afirmou que cria este tipo de roupa com o objetivo de relembrar que todos podem ser alvo de violência armada, e assim consciencializar para o problema.