Internacional

"A única pessoa que pode pressionar-me é o meu filho, que tem seis anos", garante chefe de Estado ucraniano

Nancy Pelosi confirmou esta terça-feira que os Democratas vão avançar com um pedido formal de investigação com vista ao impeachment de Donald Trump. 

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, veio a público falar sobre a alegada pressão que Donald Trump fez para este iniciar uma investigação a Hunter Biden, filho de Joe Biden, vice-presidente no mandato de Barack Obama e atual candidato à Casa Branca pelo Partido Democrata.

Zelenski declarou que a única pessoa que o consegue pressionar é o seu filho de seis anos. "A mim ninguém me pressiona porque sou o Presidente de um país independente. A única pessoa que pode pressionar-me é o meu filho, que tem 6 anos", disse hoje ao canal russo Rossía 24, respondendo a uma questão de um jornalista sobre se teria sido pressionado por Donald Trump.

Em julho, Trump ligou para Vladimir Zelenski, e terá alegadamente pressionado Zelenski a investigar o antigo vice-presidente Joe Biden e o seu filho Hunter Biden, por corrupção. Dias antes da chamada com o Presidente da Ucrânia, os Estados Unidos cortaram financiamento ao país, o que agora é entendido como uma chantagem por parte do Presidente norte-americano. 

A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, confirmou esta terça-feira que os Democratas vão avançar com um pedido formal de investigação com vista ao impeachment do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 

Trump já reagiu ao pedido de impeachment e acusou os Democratas de estarem a realizar "uma caça às bruxas total" e de estarem a tentar ganhar votos com a situação.