Internacional

Criança de dois anos é impedida de frequentar creche por “deformação no crânio”

A recusa da criança está a ser investigada pelas autoridades russas. Segundo a mãe, se não fosse a instituição de caridade Rainbow of Goodness, não teria sido aberta uma investigação pela recusa e não teriam conseguido apoio.

Uma menina de dois anos foi impedida de frequentar o jardim de infância, na Rússia, porque “a sua deformação no crânio podia assustar as outras crianças”.

Os funcionários da creche negaram a entrada de Sofya Zakharova, dizendo à familia que a menina não podia ser admitida até que fosse submetida a uma cirurgia para alterar a sua aparência. De acordo com o jornal britânico The Sun, não é conhecida a condição que deixou a criança com aquela deformação no crânio. Segundo a mesma fonte, está marcada uma cirurgia, que é constantemente adiada por parte do hospital. 

A recusa da criança está a ser investigada pelas autoridades russas. Segundo a mãe, se não fosse a instituição de caridade Rainbow of Goodness, não teria sido aberta uma investigação pela recusa e não teriam conseguido apoio.

A criança vive com os pais e os avós numa casa sem água canalizada, fogão ou aquecimento central. O chefe de governo de Bashkortostan, Radiy Khabirov, garantiu que as autoridades já visitaram e analisaram as condições em que a menina vive e esperam realojar a criança e a família antes do início do inverno.