Politica

Jerónimo de Sousa: "Fiem-se nas sondagens e vão ver a surpresa"

Líder do Partido Comunista confiante num bom resultado nas eleições legislativas do próximo dia 6

Jerónimo de Sousa manifestou este sábado a confiança num bom resultado nas eleições legislativas do próximo dia 6. O secretário-geral do PCP-CDU foi recebido em apoteose na Sociedade Filarmónica União Artística Piedense, em Almada, e garantiu não estar preocupado com as sondagens, que colocam o Partido Comunista abaixo dos 7%.

"Muitas vezes alguns vêm-me dizer: 'Vocês estão um bocado apertados porque isto das sondagens não estão muito boas'. Não sei quais são as sondagens a que se referem, há tantas, umas boas e outras más, mas de qualquer forma hoje podemos dizer: fiem-se nas sondagens e deixem-nos trabalhar e avançar e vão ver a surpresa que terão na noite das eleições", disparou, respondendo também a quem reduz o PCP a uma "mera força de protesto": "Quando viram, passados estes quatro anos, que essa força de que falavam não existe, mas sim uma força de construção, de avanço, de reposição e conquista de direitos, alto e para o baile, que afinal as coisas são diferentes!"

O líder dos comunistas aproveitou ainda a ocasião para rejeitar a ideia de o PCP ter sido "domesticado" ou ter cedido ao PS no acordo governamental conhecido como Geringonça. "Uma revolução, um processo democrático não se desenvolve com um exército de pobres e de miseráveis", sentenciou, citando Karl Marx.