Desporto

Liga. Benfica volta a sofrer... e a vencer

Um golo do suplente Carlos Vinícius valeu os três pontos ao campeão nacional na receção ao Vitória de Setúbal

Custou, mas foi - como aliás começa a ser um hábito esta temporada. O Benfica sofreu a bom sofrer, mas acabour por conseguir conquistar mais uma vitória, a sexta em sete jornadas neste campeonato: 1-0 na receção ao Vitória de Setúbal, que ainda só tinha sofrido golos no Dragão (aí, perdeu por 4-0).

Não raras vezes, os resultados não espelham de forma fiel o que acontece nas partidas. Este, todavia, não é o caso: os sadinos puseram realmente muitas dificuldades ao campeão nacional, que não teve arte nem engenho para desmontar a bem montada teia defensiva do conjunto que chegou de Setúbal - e que também mostrou pouco mais do que vontade férrea de defender o 0-0, diga-se.

Foram muito poucas as ocasiões de perigo criadas pelas águias, que desta vez se apresentaram sem Raúl de Tomás (suplente, com Gedson Fernandes atrás de Seferovic). Seria, porém, outro o avançado em destaque: Carlos Vinícius. Regressado após cerca de um mês de paragem por lesão, o avançado brasileiro entrou aos 59 minutos e marcou cinco minutos depois, em lance de insistência na área sadina após uma belíssima intervenção de Makaridze a remate de Ferro.

A partida entrou depois numa toada morna, sem grandes motivos de interesse, até aos 80', quando Taarabt protagonizou uma entrada perigosa e viu o vermelho direto. A partir daí, o Vitória de Setúbal carregou sobre a baliza de Vlachodimos, mas o internacional grego mostrou-se sempre à altura do desafio. O Benfica ascendeu assim à liderança do campeonato, ainda que de forma provisória: soma 18 pontos, mais dois do que o Famalicão, que ainda esta noite vai receber o Belenenses, SAD, e três do que o FC Porto, que este domingo visita o terreno do Rio Ave.