Sociedade

Furacão Lorenzo pode causar ondas de 25 metros nos Açores

O furacão Lorenzo, situada a 1800 quilómetros a sudoeste dos Açores, pode vir a afetar o arquipélago nos próximos dias. Um novo comunicado será emitido hoje, pelo IPMA, às 21h.

DR  

O centro do furacão, que, segundo os dados mais recentes do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), se encontra na categoria 2, “deverá passar muito próximo do grupo Ocidental, afetando assim todo o arquipélago, na próxima quarta-feira”.

Para o grupo em questão, do qual fazem parte as ilhas Flores e Corvo, está prevista chuva forte e ondulação com altura entre os 10 e os 15 metros – apesar de as ondas poderem vir a atingir os 25 metros. Há ainda 40% de probabilidades de as rajadas de vento atingirem mais do que os 200 km/h, de noroeste para sudoeste.

No grupo Central Norte as rajadas podem ir até aos 160 km/h. Nas ilhas Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial é ainda esperada uma ondulação entre os nove e os 12 metros.

É no grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria) que as rajadas chegam com menos força, numa média de 85 km/h.

No entanto, devido à distância a que o furacão ainda se encontra, Elsa Vieira, da delegação dos Açores do IPMA, afirma que “existe ainda uma incerteza relativamente à trajetória exata e à respetiva intensidade com que poderá atingir o arquipélago”. Um novo comunicado será emitido hoje, pelo IPMA, às 21h.