Internacional

Ecrãs da loja Asics exibem vídeos pornográficos durante duas horas

"Estamos a trabalhar com os nossos engenheiros de software para garantir que isto não volta a acontecer", declarou a marca. 

A marca de desporto Asics emitiu um comunicado a pedir desculpa por uma das suas lojas ter exibido vídeos pornográficos nos ecrãs promocionais, na parte de fora da loja, durante mais de duas horas, na manhã de domingo. 

O caso ocorreu em Auckland, na Nova Zelândia. A marca japonesa já declarou que a situação não passou de um acesso ilegitímio. "Esta manhã, uma pessoa desconhecida conseguiu aceder às telas que estão na parte de fora da nossa loja, no centro de Auckland, e algum conteúdo censurável foi exibido nas telas", pode-se ler no comunicado publicado na página do Facebook da Asics Nova Zelândia."Estamos a trabalhar com os nossos engenheiros de software para garantir que isto não volta a acontecer", acrescentam. 

Um dos membros de segurança da marca, Dwayne Hinagano, disse ao New Zealand Herald que um vídeo de sexo explícito foi reproduzido durante horas.  "O vídeo durou muito tempo, talvez duas horas, desde as 8h00, até os funcionários da loja chegarem às 10h. Algumas pessoas ficaram chocadas, mas outras apenas pararam e assistiram", disse Hinagano à agência de notícias.