Sociedade

Direção da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da PJ demite-se depois de atingir "os principais objetivos"

A direção da associação garante que o trabalho feito até agora não vai acabar.

DR  

A direção nacional da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária (ASFIC-PJ) demitiu-se, esta terça, feira, por considerar que cumpriu os objetivos do mandato. Até que seja nomeada uma comissão de gestão a ASFIC-PJ vai, no entanto, manter-se em funções.

Para além de “os principais objetivos da moção estratégica com que esta direção se apresentou a eleições em 2016” terem sido atingidos, também a promulgação pelo Presidente da República da Lei Orgânica da Polícia Judiciária e do Estatuto Profissional foi conseguida.

O presidente do sindicato escreve ainda, em comunicado, que “quer na política, quer no sindicalismo, os programas eleitorais são para cumprir, após o qual a renovação é fundamental para manter vivo o espírito democrático”. Após ter sido eleita pela primeira vez há três anos, a direção presidida por Ricardo Valas, foi reeleita com 95% dos votos este ano.

Na nota, onde a demissão de todos os órgãos sociais é comunicada, o presidente garante que o trabalho feito até agora resistiu a interesses partidários, tendo sido assim mantida a independência da associação, cujo trabalho “não acaba” com os “novo desafios que serão encarados por novas pessoas com um novo programa”.