Desporto

Jogador do Valência ignora criança que segurava cartaz direcionado a si | Vídeo

Bancadas estavam vazias. Colega de equipa teve de chamar Kangin Lee à atenção.

Kangin Lee, avançado sul-coreano do Valência, está a ser criticado depois de protagonizar um momento pouco feliz com um jovem adepto antes do jogo frente ao Athletic Bilbau, no passado sábado.

Nas bancadas, que se encontravam ainda vazias, uma criança mostrava um cartaz direcionado ao jogador. O avançado ainda acenou e depois ignorou totalmente a criança.

Enquanto se recusava a ir ter com o jovem adepto, o colega Rúben Sobriño, que surge com um ar surpreso nas imagens, estava ao seu lado no banco a incentivá-lo a ir ter com o mesmo.

“Vai lá, vai lá. Só está uma criança, não vinte pessoas”, disse o futebolista espanhol ao sul-coreano, que continuou a mexer no telemóvel como se nada fosse.

Algum tempo depois, já com o equipamento de treino, e ao perceber que estava a ser gravado, Kangin Lee, de 18 anos, acabou por tirar uma fotografia com a criança e prometeu-lhe a camisola no final da partida.