Politica

Líder do CDS interrompe campanha para fazer minuto de silêncio por Freitas do Amaral

Assunção Cristas fez uma homenagem, durante um almoço de campanha, ao fundador e antigo presidente do partido, que morreu esta manhã aos 78 anos.

Assunção Cristas já reagiu à notícia da morte do fundador do partido a que agora preside, tendo sublinhado estar "grata" por todo o trabalho de Freitas do Amaral, em especial no início do CDS, feito muitas vezes "sob ameaça".

A líder partidária, num almoço de campanha eleitoral, fez um minuto de silêncio em homenagem ao homem que Marcelo Rebelo de Sousa chamou, recentemente, de  "um dos pais da democracia".