Sociedade

Rapaz de 14 anos leva arma para escola em Lisboa por ser vítima de bullying

Arma foi retirada ao adolescente por alegado agressor e continua em parte incerta.

A PSP recebeu, esta quinta-feira, um alerta de que um aluno, de 14 anos, da Escola Marquês de Pombal em Lisboa, tinha levado uma arma para aquele estabelecimento de ensino.

O alerta às autoridades só foi dado ontem, mas o aluno, de 14 anos, levou a arma de fogo para a escola a 20 de setembro, dia em que outro adolescente, de 17 anos, a roubou, com recurso a agressões, segundo o Jornal de Notícias.

A escola só teve conhecimento do episódio esta quinta-feira, quando, após mais um alegado episódio de bullying, o rapaz que tinha trazido a pistola, uma semana e uns dias antes, admitiu ter trazido a arma para “se proteger” do outro jovem, que o agredia “desde o início do ano letivo".

A arma de fogo, que terá sido roubada pelo agressor, não foi encontrada pela patrulha da PSP do programa ‘Escola Segura, que foi mobilizada para aquele estabelecimento de ensino.

O alegado agressor, de 17 anos, que terá roubado a pistola, foi constituído arguido e foram identificados mais quatro alunos, três dos quais suspeitos de fazerem parte do grupo que cometia bullying sobre a vítima, escreve a mesma publicação.

A PSP acabou por fazer uma busca à casa do aluno que terá levado inicialmente a arma para a escola e a mãe terá dito que, sem o seu conhecimento, o filho tirou uma pistola do interior de um cofre do pai. A polícia acabou por descobrir um revólver e várias munições de calibre compatível com as duas armas, que estavam em situação ilegal.

O caso vai continuar a ser investigado através da estrutura de investigação criminal da PSP.

[artigo atualizado às 14h10]