Politica

Iniciativa Liberal irreverente

Partido liderado por Carlos Guimarães Pinto promete abdicar da subvenção pública de campanha caso consiga eleger um deputado no dia 6. 

O Iniciativa Liberal (IL) apareceu nos últimos meses como a força política com a mensagem mais irreverente, sobretudo com o recurso a cartazes e a mensagens com um objetivo mais mediático. A estratégia funcionou sobretudo nas redes sociais. Nas últimas mensagens políticas, ficou a promessa de que o partido irá abdicar da subvenção pública de campanha a que tem direito caso consiga eleger um deputado.

Por cada deputado, os partidos recebem 200 mil euros e o partido liderado por Carlos Guimarães Pinto promete devolver a verba. De realçar que este novo partido propõe ainda uma «redução substancial das verbas destinadas à subvenção pública de campanha».  

O iniciativa liberal pode vir a conseguir a eleição de um deputado no Parlamento e, caso se confirme, será a estreia para uma força política criada em 2017. Ainda assim, e perante a possibilidade da eleição de um parlamentar, o partido considerou que «o roubo ao contribuinte é tão descarado que só há um caminho possível: não aceitar receber um euro de subvenção de campanha e lutar por mudar a lei. Por isso, se viermos a eleger um deputado e, portanto, pudermos beneficiar de uma parte desses oito milhões [de subvenção], iremos rejeitar esse privilégio injustificado», lê-se em comunicado.