Economia

HSBC quer cortar 10 mil postos de trabalho

Estes despedimentos surgem depois de, em agosto, o HSBC ter anunciado que tinha 4700 trabalhadores com funções redundantes.

O banco londrino HSBC prevê despedir 10 mil trabalhadores, cerca de 4% da sua força de trabalho global, na mais recente estratégia de corte de custos a ser adotada pela instituição bancária, avança o "Financial Times".

Em termos globais, o banco emprega 237 685 pessoas espalhadas pelo mundo inteiro, de acordo com dados de junho.

Estes despedimentos surgem depois de, em agosto, o HSBC ter anunciado que tinha 4700 trabalhadores com funções redundantes, sobretudo colaboradores seniores, e que a eliminação destes postos de trabalho iria reduzir os custos salariais em 4%.