Sociedade

Suspeito de violência doméstica levou botija de gás e isqueiro para arrombar porta de casa da namorada

Agressor tem 44 anos.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve um homem, de 44 anos, suspeito da prática do crime de violência doméstica contra a namorada.

O homem, que havia arrombado a porta para conseguir entrar na residência da vítima, foi apanhado em flagrante delito pela força de segurança.

Segundo o relato da vítima, no dia anterior à detenção, o homem tinha demonstrado “ciúmes excessivos” depois de esta atender uma chamada telefónica e esmurrou-a no lado esquerdo do rosto.

Depois disso, o suspeito dirigiu-se várias vezes à casa da namorada e numa das vezes terá levado consigo uma botija de gás e um isqueiro para arrombar a porta da residência.  Mas acabou por não concretizar o planeado.

Depois de presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, para primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de proibição de contactos e irá responder por ofensas à integridade física, ameaça e coação, bem como pelos crimes de dano e violação de domicílio.