Internacional

Enfermeira roubou insulina do hospital onde trabalhava para envenenar marido

Crime foi cometido o ano passado.

Enfermeira roubou insulina do hospital onde trabalhava para envenenar marido

Uma enfermeira foi indiciada, no início deste mês, pela morte por envenenamento do marido, no ano passado, no Alabama, Estados Unidos.

De acordo com a polícia de Huntsville, citada pela imprensa norte-americana, Marjorie Capello, de 33 anos, terá roubado insulina do hospital onde trabalhava para envenenar o marido, James Capello, de 37 anos. Segundo a acusação, depois do crime, a arguida ligou para uma amiga, que rapidamente entrou em contacto com as autoridades, depois de esta confessar que tinha matado o marido e pedir ajuda para esconder o corpo.

James Capello, a vítima, que era detetive privado, suspeitava que a mulher estava a usar em excesso narcóticos. Antes de morrer, o homem estava a recolher provas para pedir o divórcio e a custódia da filha de ambos.

Os colegas de trabalho da mulher revelaram ainda à polícia que esta tinha admitido estar com problemas conjugais e que havia dito que a única maneira de se libertar do marido era com ele morto.

Acusada agora de homicídio qualificado, a mulher acabou por renunciar à sua licença de enfermagem.

Os comentários estão desactivados.