Economia

Abhijit Banerjee, Esther Duflo e Michael Kremer vencem Nobel da Economia

Segundo a página oficial de Twitter, a distinção foi entregue aos premiados pelas suas investigações "para aliviar a pobreza global".

Abhijit Banerjee, Esther Duflo e Michael Kremer são os vencedores do prémio Nobel da Economia em 2019, anunciado esta segunda-feira.

Segundo um comunicado, a entidade sublinha que a distinção foi entregue aos premiados pelas suas investigações "para aliviar a pobreza global".

"A investigação levada a cabo pelos laureados melhorou consideravelmente a nossa capacidade para combater a pobreza global. Em apenas duas décadas, as novas abordagens deles baseadas em experiências transformou o desenvolvimento da economia", pode ler-se no site oficial da organização.

Michael Kremer, nascido em 1964, é professor de desenvolvimento de sociedade na Universidade de Harvard. Em 1990,  Kremer e os seus colegas testaram uma série de intervenções que poderiam melhorar os resultados das escolhas no oeste do Quénia, em 1990. 

Abhijit Banerjee, nascido em 1961 em Mumbai, na Índia é casado com Esther Duflo, nascida em 1972 em Paris, em França. Ambos realizaram estudos semelhantes ao de Kremer em outros países, metódos esses que dominam a economia do desenvolvimento.