Sociedade

Português entre feridos em ataque terrorista na Somália

O ataque já foi reinvindicado pelo grupo terrorista Al-Shabab.

Um ataque terrorista que ocorreu no domingo, no complexo das Nações Unidas, na Somália, deixou sete pessoas feridas, entre as quais um português. O ataque já foi reinvindicado pelo grupo terrorista Al-Shabab.

O Governo português já condenou o ataque e manifesta “a sua total solidariedade com as Nações Unidas, a União Africana e o Governo Federal da Somália e endereça a todos os feridos os desejos de uma rápida recuperação”, pode ler-se num comunicado. 

O português é membro das Nações Unidas e de acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, a representação diplomática portuguesa em Nairóbi está a acompanhar a sua situação clínica, “garantindo o apoio necessário”.

"O Governo português reitera ainda o seu empenho, designadamente no quadro multilateral, no combate ao terrorismo e ao extremismo”, acrescentam na nota.