Politica

"Marcelo virou Governo à direita"

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, acusa o Presidente da República de ser o responsável de “guinar” o Governo para “a direita”.

O líder da central sindical considera que na “hora de dar sequência ou, pelo menos ter outro tipo de abertura para as posições dos partidos à esquerda”, Marcelo Rebelo de Sousa “pôs ali um travãozinho”. Esta foi uma das ideias transmitidas por Arménio Carlos durante a entrevista de ontem à rádio Observador.

O líder da central sindical disse ainda que a “guinada” aconteceu “sensivelmente a meio da legislatura”, recordando o momento em que o Chefe de Estado disse ser “necessário fazer um acordo de concertação social”.

Para o secretário-geral da CGTP a falta de um acordo escrito para a próxima legislatura entre o Governo e os partidos de esquerda não é sinal de fragilidade.

Apesar de preferir um cenário de acordo escrito, Arménio Carlos sublinha que “a fragilidade ou eficácia do governo tem a ver com as políticas que desenvolve”, não deixando de frisar que “é necessária uma alteração às políticas da área laboral”.