Economia

OE 2020. Conselho das Finanças Públicas com"reservas" sobre esboço

Governo prevê que o crescimento do produto interno bruto (PIB) seja de 1,9% este ano e para uma ligeira aceleração para 2% para 2020. 

O Conselho de Finanças Públicas (CFP) apontou "reservas" sobre as estimativas incluídas no  Projeto de Plano Orçamental 2020. 

A instituição liderada por Nazaré Cabral justifica estas "reservas" com a "ausência de previsões macroeconómicas comparáveis produzidas por outras instituições [que] dificulta a qualificação quanto à sua probabilidade", pode ler-se no documento de análise do CFP, incluído no esboço do OE2020. 

Além disso, aponta a instituição, os "elementos explicitados neste parecer relativamente ao comportamento das componentes da procura, em particular das exportações e das importações em 2020, não permitem considerar o cenário apresentado como prudente, dados os elevados riscos descendentes que incidem na previsão de aceleração da atividade económica em 2020", pode ler-se. 

O Governo prevê que o crescimento do produto interno bruto (PIB) seja de 1,9% este ano, mantendo as projeções apresentadas no Programa de Estabilidade, em abril. Porém, as projeções para 2020 apontam para uma ligeira aceleração para 2%, de acordo com as previsões divulgadas esta quarta-feira no Projeto de Plano Orçamental 2020. Este ano, o Governo estima também que o défice vai ser mais baixo.