Sociedade

Durante época balnear houve 19 vítimas mortais

A época balnear decorreu, na maioria dos sítios vigiados, entre 1 de maio e 15 de setembro. Houve, no entanto, alguns sítios onde esta foi alargada até 15 de outubro.

DR  

Durante toda a época balnear, que decorreu entre 1 de maio e 15 de outubro, 19 pessoas morreram. De acordo com o balanço feito, três destas mortes ocorreram em praias vigiadas, oito em praias não vigiadas ou zonas não concessionadas e três em zonas marítimas não vigiadas. As cinco restantes mortes foram registadas em praias onde a época balnear já tinha terminado – recorde-se que há praias onde a época balnear terminou a 15 de setembro.

Em zonas não vigiadas, cinco pessoas morreram afogadas e as outras três por morte súbita. Fora da época balnear, todas as vítimas morreram por afogamento.

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) revelou ainda, esta quarta-feira, que até esta segunda-feira houve 502 salvamentos e 786 ações de primeiros socorros.

Das 19 vítimas registadas, seis eram de nacionalidade estrangeira (inglesa, alemã, irlandesa, uma moldava e uma russa).