Desporto

Jogadora do Braga denuncia racismo: "Sou uma mulher negra e não peço desculpa por isso"

Caso ocorreu durante um jogo em Cantanhede.

DR  

Shade Pratt, internacional norte-americana, que alinha pela equipa feminina do Sporting de Braga, utilizou as redes sociais, esta quarta-feira, para denunciar um caso de racismo de que foi alvo, durante um jogo em Cantanhede, frente ao Cadima, no último domingo.

"Como afro-americana, o racismo e as microagressões diárias não são uma novidade, mas no último fim de semana, em Portugal, experienciei na primeira pessoa a jogar o desporto que amo", escreveu a futebolista, explicando depois o episódio ocorrido.

"Uma adepta da equipa adversária dirigiu-me um insulto racista durante o jogo", acrescentou a jogadora, de 26 anos.

“Este episódio isolado não mudou a minha visão das pessoas fantásticas que conheci em Portugal. No entanto, foi uma lembrança de que o racismo está muito vivo em todos os cantos do mundo”, desabafou.

"Sou uma mulher negra e não peço desculpa por isso”, rematou.