Internacional

Juncker elogia Portugal dizendo que foi "uma das melhores cooperações" da sua vida

A saída oficial de Jean-Claude Juncker está marcada para o dia 31 deste mês.

Jean-Claude Juncker esteve, esta sexta-feira, presente numa conferência de impressa do último Conselho Europeu em que participou como líder do executivo comunitário.

O presidente da Comissão Europeia (CE), oficialmente até 31 de outubro, disse que a relação que desenvolveu com Portugal foi "umas das melhores cooperações" que teve durante a sua vida. Emocionado, não deixou de mostrar o orgulho que teve no cargo. "Ficarei orgulhoso até ao fim da minha vida por ter podido servir a Europa", disse, em conferência de imprensa.

Juncker foi primeiro-ministro do Luxemburgo entre 1995 e 2013, tendo assumido o mandato de quatro anos como presidente da CE em novembro de 2014.

É esperado que a ‘Comissão Juncker’ continue em funções durante o mês de novembro também, já que a nova presidente da CE, a alemã Ursula Von der Leyen, está a ter algumas dificuldades na formação da sua equipa, uma vez que o Parlamento Europeu rejeitou três comissários.

Elisa Ferreira foi aprovada pelo Parlamento Europeu e fica responsável pela pasta da Coesão e Reformas.