Internacional

39 mortos encontrados em camião são de nacionalidade chinesa

 Vítimas tratam-se de 38 adultos e um adolescente.

As 39 pessoas que esta quarta-feira foram encontradas mortas dentro de um camião em Essex, Inglaterra, eram de nacionalidade chinesa. A informação começou por ser avançada pela BBC e foi entretanto confirmada pelas autoridades britânicas e pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês.

A polícia continua a questionar o principal suspeito, o motorista, de 25 anos, natural da Irlanda do Norte.

Segundo a mesma estação televisiva, a Agência Nacional de Crimes está a trabalhar para identificar "grupos do crime organizado que podem ter contribuído" para o caso.

Recorde-se que, as vítimas tratam-se de 38 adultos e um adolescente.

Suspeita-se que o camião viajou de Zeebrugge, Bélgica, para o porto de Purfleet, leste da Inglaterra. Além disso, supõe-se que tenha atravessado o canal da Mancha na noite anterior, entrando no Reino Unido pelo País de Gales e, mais tarde, estacionado na área ao redor de um complexo industrial, em Turrock, Essex, pelas 00h30, de acordo com os media britânicos. 

Este incidente trouxe à memória uma tragédia similar ocorrida há 19 anos no Reino Unido. Na altura, foram encontrados cadáveres de 58 chineses num contentor em Dover, Kent, Inglaterra. Nessa época, sete homens foram julgados na Holanda. O condutor foi condenado a 14 anos de prisão.

Ao final do dia de ontem, nove imigrantes foram encontrados vivos num outro camião, na zona de Kent, Inglaterra, segundo a Sky News.