Sociedade

Suspeito de violência doméstica absolvido devido ao silêncio das vítimas

O homem cumpria quatro anos e seis meses de pena suspensa na altura em que aconteceram os alegados crimes, no entanto, não foi obrigado a manter distância das vítimas e continuou a residir na mesma casa, junto delas. 

 

Um homem de 59 anos, acusado de agredir e ameaçar a mulher e os dois filhos, foi absolvido esta quinta-feira pelo Tribunal de Bragança, devido ao silêncio das alegadas vítimas. 

Quando questionadas pelo Tribunal, tanto a mulher como as crianças optaram por remeter-se ao silêncio, o que impossibilitou a condenação do homem, por falta de provas. 

Na altura dos crimes, o homem estava a cumprir quatro anos e seis meses de pena suspensa, no entanto, não foi obrigado a manter distância das vítimas e continuou a residir na mesma casa, junto delas.