Sociedade

Empresário que matou em torneio de sueca confessa crimes e pede desculpa em Tribunal

Crimes ocorreram a 23 de dezembro de 2018.

O empresário que foi acusado de matar um homem e ter disparado contra outras quatro pessoas a 23 de dezembro de 2018, num torneio de cartas, confessou esta quinta-feira o crime no início do julgamento, no Tribunal de Vila Real.

O arguido mostrou profundo arrependimento, pediu desculpa às vítimas e famílias e já lhes entregou parte da indemnização. 

O homem, de 48 anos, residente em Sabrosa, explicou ainda que não teve intenção de matar ninguém, mas de defender-se.