Sociedade

Jogador de 13 anos do S.C. Freamunde vítima de agressão durante treino

O clube de Paços de Ferreira terá instaurado um processo de inquérito interno.

Um jogador das camadas jovens do Sport Clube de Freamunde terá, alegadamente, perdido a memória depois de o treinador ter dados ordens para que os outros jovens agredissem o jogador de 13 anos na nuca.

O técnico terá dividido os jogadores para fazerem ‘meiinhos’ – um exercício em que um dos jogadores está no centro de uma roda formada pelos colegas e onde o jogador que está ao centro tem que tirar a bola aos restantes. Segundo o Jornal de Notícias avançou, o treinador da equipa terá imposto uma condição – se o jogador ao centro não conseguisse apanhar a bola antes dos 25 passes, os colegas iriam dar-lhe palmadas na nuca.

Apesar de se ter queixado logo, a criança de 13 anos ‘sentiu-se mal a dez minutos do fim [do treino] e o adjunto levou-o para a enfermaria’, segundo Américo Nogueira, pai do jogador, revelou à SIC. Foi depois transportado para o hospital, onde lhe foi diagnosticada uma cervicalgia (dor na região cervical) e uma equimose (mancha causada pelo sangue extravasado sob a pele).

Os pais do jogador apresentaram agora uma queixa-crime por agressão, tendo também pedido a demissão do técnico.

Foi instaurado um processo de inquérito interno, e vai ser marcada uma reunião com todos os encarregados de educação, segundo um comunicado partilhado na página de Facebook do Clube. O S.C. Freamunde lamenta a situação, garantindo ainda que sempre privilegiou “a defesa e promoção de um conjunto de valores, designadamente a amizade, o companheirismo e a tolerância”.