Sociedade

Ataque a mesquita provoca dois feridos em França

O suspeito faz parte do partido de extrema-direita Frente Nacional.

Um homem disparou junto a uma mesquita na cidade de Bayonne. O suspeito, que entretanto já foi detido, terá tentado incendiar a porta de uma mesquita na cidade do sudoeste de França. Segundo as autoridades francesas, o homem terá disparado sobre duas pessoas, deixando-as em estado grave. “Surpreendido pelas duas pessoas, o homem atirou contra elas”, pode ler-se na nota.

O atirador terá também ateado fogo a um automóvel estacionado no local, segundo o mesmo documento. As duas vítimas, transportadas para um centro hospitalar de Bayonne, têm 74 e 78 anos. De acordo com Agency France Press (AFP), uma equipa de remoção de minas dirigiu-se à casa do atirador, localizada perto da cidade.

Foi aberta uma investigação ao incidente e estabelecido um perímetro de segurança junto à mesquita.

O suspeito terá, segundo o jornal britânico Telegraph, 84 anos e foi candidato às eleições locais em 2015, pelo partido de extrema-direita Frente Nacional.

Marine Le Pen, líder do partido, condenou o ataque. “O ataque na mesquita de Bayonne é um ato indescritível, absolutamente contrário aos valores do nosso movimento. Estes crimes têm que ser tratados com a máxima severidade.