Internacional

Jovem de 21 anos incentivou namorado a suicidar-se em milhares de mensagens de texto

Alexander Urtula suicidou-se horas antes de receber o diploma da faculdade onde tinha terminado os estudos.

Uma jovem, de 21 anos, é suspeita de homicídio involuntário, por se considerar que incentivou o suicídio do namorado, no passado mês de maio, em Boston, no Estado norte-americano de Massachusetts.

De acordo com o jornal The Boston Globe, os procuradores consideraram, esta segunda-feira, que Inyoung You exercia um grande controlo sobre Alexander Urutla, de 22 anos, ao isolá-lo dos amigos, da família, e ao explorar a profunda depressão em que o jovem se encontrava. A rapariga, de nacionalidade sul-coreana, enviou ao namorado cerca de 800 mensagens por dia durante dois meses, a insistir que este se matasse.

No dia 20 de maio, pouco antes de o jovem receber o diploma da faculdade, Alexander Urtula atirou-se de um telhado. A namorada, que rastreava a localização dele pelo telemóvel, assistiu a tudo.

You foi acusada de homicídio involuntário e a procuradoria alega que a suspeita teve um comportamento “imprudente” que está exposto em mais de 75 mil mensagens de texto.

“A arguida estava consciente da crescente depressão da vítima e dos pensamentos suicidas provocados pelos seus abusos. Mesmo assim, You continuou a incentivar Urtula a colocar fim à própria vida”, disse a procuradora de Suffolk, Rachael Rollins, acrescentando ainda que durante a relação de 18 meses, a jovem foi abusiva “fisicamente, psicologicamente e verbalmente”.

You terá dito inúmeras vezes ao namorado que a família e o mundo ficariam “melhor sem ele”.

A arguida encontra-se atualmente no seu país de origem e, caso não regresse voluntariamente aos Estados Unidos, será extraditada para enfrentar as acusações criminais.