Sociedade

Urgência pediátrica do Garcia de Orta vai fechar aos fins de semana até dia 18

Recorde-se que estava agendada, para esta quinta-feira, uma conferência de imprensa sobre a situação que afeta a urgência pediátrica do Garcia de Orta, mas a mesma foi cancelada.

A Urgência Pediátrica do Hospital Garcia de Orta, em Almada, vai voltar a encerrar aos fins de semana, das 10h00 de sexta-feira às 08h30 de segunda-feira, até dia 18 de novembro, anunciou, esta quinta-feira, o Conselho de Administração daquela unidade hospitalar.

Esta sexta-feira, dia 1 de novembro, feriado nacional, o Serviço de Urgência Pediátrica encerra mais cedo, pelas 09h00, e volta a reabrir na segunda-feira, dia 4, às 08h30.

Na mesma nota, a administração aconselha os utentes a recorrer ao atendimento complementar nos Centros de Saúde Rainha D. Leonor, em Almada, e Amora, no Seixal, que estão abertos das 10h00 às 17h00, de sábado e domingo.

Em caso de situações mais graves, os utentes devem recorrer às urgências pediátricas dos hospitais Santa Maria ou D. Estefânia, em Lisboa.

Recorde-se que estava agendada, para esta quinta-feira, uma conferência de imprensa sobre a situação que afeta a urgência pediátrica do Garcia de Orta. No entanto, a administração explica que cancelou a mesma por terem surgido “novas possibilidades de articulação e reorganização do serviço, em que se inclui a nomeação de um novo coordenador" da Pediatria.

No passado dia 26 de outubro, o presidente do conselho de administração daquele hospital havia avançado que a situação só deveria voltar à normalidade dentro de seis meses. Luís Amaro, que tinha tentado solucionar a falta de pediatras com um protocolo com a União de Misericórdias, avançou ainda que tal não deverá acontecer.