Sociedade

Porto. ASAE apreende produtos alimentares com canábis

Operador económico da loja em questão foi constituído arguido por tráfico de droga

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da sua Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC), identificou e apreendeu 529 produtos alimentares e fertilizantes com canábis acima do limite legal numa loja do Porto, no âmbito de uma operação de fiscalização no seguimento de uma notificação RASFF (Rapid Alert System for Food and Feed, sistema para relatar problemas de segurança alimentar na União Europeia).

Em comunicado, a ASAE revela ter detetado e apreendido "cerca de 300 gramas de haxixe (3 placas) e 66 gramas de liamba, que dariam para mais de 3000 doses individuais", com o valor total da apreensão a ascender aos 17100 euros. Já o operador económico e a sociedade que geriam a loja em questão foram constituídos arguidos pelo crime de tráfico de estupefacientes.

Como resultado da ação, refere a ASAE, "foi instaurado um processo de contraordenação por venda de produtos alimentares com Cannabis Sativa, sem referência obrigatória ao teor THC ou com valores acima dos legais (substância psicoativa) e produtos suspeitos de serem precursores de droga".