Sociedade

Transportes públicos têm mais 159 mil clientes desde abril

Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa registam, pelo menos, 159 mil novos clientes desde a entrada em vigor dos novos passes sociais

Desde abril, altura em que entraram em vigor os novos passes sociais, os transportes públicos do Porto e Lisboa têm, pelo menos, 159 mil novos clientes com passe mensal. No total, são já mais de 920 mil o número de pessoas nestas duas Áreas Metropolitanas com assinatura.

Segundo dados dos Transportes Intermodais do Porto (TIP), a Área Metropolitana do Porto tem mais 61043 utilizadores de passes mensais dos transportes públicos desde abril até ao dia 17 de outubro. Já a área Metropolitana de Lisboa (AML) refere que de abril até ao final de setembro “houve um aumento de cerca de 97900 passes vendidos”. Totalizam-se assim 158943 novos clientes nas duas Áreas Metropolitanas. 

Recorde-se que em abril entrou em vigor o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART), que é comummente conhecido como passe único e que definiu a redução de preços nos vários passes de transportes públicos. Já em setembro começou a ser implementado o Passe Navegante Família, que permitiu que cada família pagasse no máximo o valor equivalente a dois passes NAVEGANTE e podendo optar pela variante Municipal ou Metropolitano para o seu agregado familiar. 

Quanto ao número total de utilizadores, as mesmas fontes referem que no Porto, desde o início de Outubro até ao dia 17 existiram 199704 carregamentos, ou seja, pessoas a utilizar transportes públicos com assinatura de passe mensal. Já em Lisboa houve 723129 carregamentos. Quer isto dizer que nas duas Áreas Metropolitanas há quase um milhão de pessoas - 922833 - a possuírem passe mensal de transportes públicos.

Estes números saltam à vista quando temos em conta a população total destas duas Áreas Metropolitanas. Segundo os censos 2011, a Área Metropolitana do Porto tem 2,66 milhões de habitantes, enquanto a de Lisboa tem 2,822 milhões, ou seja, cerca de 5,422 milhões de pessoas da população portuguesa estão aqui concentrados. 

Feitas as contas, isto significa que cerca de 17,02% da população destas duas Áreas Metropolitanas tem passe mensal de transportes públicos. Lisboa é quem mais contribui para isso, com 25,62% da população lisboeta a possuir passe mensal, enquanto no Porto a percentagem é de 7,51%.

A AML refere que se regista “uma tendência crescente na procura do NAVEGANTE Família, desde a sua entrada em vigor em Agosto de 2019”. Também o TIP refere ao i que o mês onde houve um maior crescimento de novos clientes na AMP foi setembro, com 20387 novos clientes. Este período coincide com o início do novo ano letivo.

Boa iniciativa que precisa de uma melhor gestão

Cristiana Oliveira tem 53 anos e é funcionária pública da Câmara de Cascais. A sua família, composta pela mesma, o marido e os dois filhos, aderiu ao passe NAVEGANTE Família em julho e Cristina vê com bons olhos esta iniciativa. “Anteriormente só eu, o meu marido e a minha filha utilizávamos o passe para os transportes, o meu filho mais velho acabava a usar carro, mas com esta questão do pass Família vimos que só se saía a ganhar e ele de facto tem vindo a usar também”, explica.

“Antes gastávamos 102 euros com o meu pass, do meu marido e da minha filha, mais o gasóleo e tudo mais do meu filho. Agora por 80€ tenho quatro pessoas a usufruir dos transportes públicos”, refere a mãe de dois filhos.

Apesar de elogiar a medida, Cristina considera que o “Governo fez estas medidas um pouco ao contrário” e que deveria ter “primeiro precavido a situação ao comprar mais material e melhorar as infraestrturas e só depois dar esta regalia”. “Apesar da má gestão, acho esta iniciativa ótima, veio aliviar um bocadinho as contas das pessoas ao final do mês e por isso ao nível social, tal como ambiental, é muito boa”, conclui.