Economia

Ryanair com lucros de 1150 milhões de euros

Resultados da companhia aérea irlandesa

A Ryanair obteve, no primeiro semestre fiscal (de abril a setembro) um lucro líquido de 1150 milhões de euros, um valor igual ao do mesmo período do ano passado.

Segundo a companhia aérea irlandesa low cost, citada pela agência Lusa, este valor é o resultado de uma queda de 5% do preço da tarifa aérea média, provocada pelo excesso de ofertas na Alemanha e na Áustria e pela diminuição de procura no mercado britânico.

A Ryanair refere que, durante aquele período, houve um aumento de 22% nos gastos com combustível e de 2% por trabalhador.

Relativamente ao primeiro semestre do ano, a Ryanair faturou 5.390 milhões de euros, o que representa um aumento de 11% face ao período homólogo. Houve também um aumento de cerca de 11% no transporte de passageiros, chegando aos 86 milhões.

Em relação ao próximo semestre, de outubro a março, a Ryanair prevê um crescimento de 8% no tráfego de passageiros e que o preço da tarifa média "melhore ligeiramente". No entanto, a companhia aérea lembra que os resultados poderão ser afetados pela saída do Reino Unido da União Europeia sem acordo.

Ao todo, a Ryanair estima que os resultados líquidos deste ano fiscal rondem os 800 milhões de euros. "Esta previsão depende em grande medida da situação do preço dos bilhetes no final do segundo semestre, do 'Brexit' e da ausência de qualquer incidente de segurança", refere a empresa, citada pela Lusa.