Economia

Centeno compara "avanços e recuos" de Trump à imprevisibilidade de Ronaldo

Ministro das Finanças foi batizado de ‘Ronaldo do Ecofin’, mas na sua analogia são as 'jogadas' de Trump que parecem fazer jus à reputação do internacional português.

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, deu uma curta entrevista à publicação alemã Der Spiegel, na qual sublinhou que as tensões comerciais estão a prejudicar o crescimento económico.

O ministro das Finanças português chegou mesmo a comparar os constantes "avanços e recuos" da Trump com a imprevisibilidade do futebolista Cristiano Ronaldo.

Não deixa de ser curioso que a analogia feita por Centeno, recorra ao jogador da Juventus que um dia também foi comparado consigo. Em 2017, o então ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, batizou o governante português de ‘Ronaldo do Ecofin’.

Por outro lado, na comparação que evoca agora, Centeno não é um avançado como Ronaldo, mas sim um defesa obrigado a lidar com um jogador nervoso.

"Temos assistido a muitos avanços e recuos por parte da administração norte-americana relativamente à sua política (comercial). Em futebol, é como quando o defesa tem pela frente um jogador nervoso", afirmou. A Europa precisa é de "aprender a defender contra alguém imprevisível como Cristiano Ronaldo", acrescentou, referindo-se a Trump.

Sublinhe-se que o Presidente dos Estados Unidos tem feito ameaças recorrentes de aumentar a carga tributária sobre os automóveis não americanos, o que poderá agravar o abrandamento do crescimento da economia europeia.