Sociedade

Advogada de Rosa Grilo quer anular provas

Defesa alega falhas na investigação

A advogada de Rosa Grilo, Tânia Reis, voltou ontem a pedir a nulidade de provas, durante a 9.ª sessão do julgamento do homicídio do triatleta Luís Grilo, que decorre no Tribunal de Loures.

A defesa alega falhas na investigação.

Também o advogado de António Joaquim, amante de Rosa Grilo, considerou que o julgamento de ontem veio ajudar a clarificar alguns pontos, nomeadamente que existiram falhas na investigação.