Sociedade

Mãe de jovem agredida em escola de Campo Maior relata a agressão

A mãe afirmou que o “osso abaixo dos olhos” terá ficado partido devido às agressões.

A mãe da aluna de 16 anos que esta terça-feira foi transferida para o hospital de Santa Maria, em Lisboa, depois de ter sido agredida por um colega da mesma idade, confirmou, à RTP, que a filha foi pontapeada na cabeça. Tudo indicava para isso já que a jovem foi transferida devido a “traumatismos maxilofaciais”.

Tudo terá começado quando os dois alunos, que já se desentendiam há alguns dias, se começaram a “picar na sala de aula”. “Depois foram para o intervalo, começaram-se a meter um com o outro. Ela chamou-o de 'bêbado alcoólatra'. Ele atacou-a, ela mordeu-o e, pronto, começou... deu porrada nela e foi isso", disse Delícia Oliveira, em declarações ao canal televisivo, depois de a filha lhe ter contado o que se passou.

A mãe acrescentou ainda que o “osso abaixo dos olhos” terá ficado partido devido às agressões. Na quarta-feira a jovem encontrar-se-ia à espera de realizar uma cirurgia.

A GNR, que identificou o agressor, vai realizar um auto de notícia e a investigação será entregue ao Ministério Público.