Sociedade

PJ confirma que mulher que abandonou bebé no lixo teve parto na rua

Jovem foi detida na rua, nas imediações do local onde o bebé foi encontrado.

Paulo Rebelo, da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária, afirmou que a jovem, de 22 anos, que será mãe do recém-nascido foi detida, esta madrugada, "consciente" e "sem oferecer resistência" nas imediações do local onde o bebé foi encontrado.

Foi também ali que os inspetores da PJ encontraram vestígios do parto, nomeadamente roupa, “depois de uma gravidez que nunca declarou nem manifestou a ninguém”, explicou ainda Paulo Rebelo.

"É uma pessoa que vive em condições precárias na via pública", disse, preferindo, no entanto, não classificar a jovem como sem-abrigo.

Questionado sobre a nacionalidade da suspeita, o responsável sublinhou que essa informação não era relevante para ser divulgada naquela conferência de imprensa.

Paulo Rebelo adiantou também que a PJ acredita que a mulher "foi a única autora do crime". No entanto, sublinhou que a investigação continua a decorrer.

Por último, o responsável da PJ fez questão de sublinhar "satisfação" pelo facto de o bebé estar bem e a ser "devidamente acompanhado".