Desporto

Inglaterra. Liverpool bate City e é cada vez mais líder

O Liverpool venceu por 3-1 na 12.ª jornada. Bernardo Silva fez o único golo dos citizens

Era o encontro mais aguardado deste fim de semana e terminou com a confirmação da superioridade do Liverpool, que esta tarde bateu de forma clara o Manchester City, por 3-1, em Anfield. 

A equipa de Jürgen Klopp continua sem perder numa altura em que ficaram cumpridas 12 jornadas da Liga inglesa (são 11 vitórias e apenas um empate), e revela-se como a principal candidata ao título. O jogo grande do cartaz era, aliás, olhado como uma espécie de tira-teimas uma vez que os citizens entravam em campo a seis pontos dos reds e tinham, por isso, a obrigação de vencer para reacenderem a luta pelo campeonato. 

Porém, em Liverpool, o marcador não demorou a mexer, com Fabinho a dar vantagem ao conjunto da casa logo aos 6 minutos. Logo de seguida, Robertson cruzou e Salah ampliou para 2-0, aumentando de forma notável, além do resultado, a euforia presente nas bancadas de Anfield. Já na segunda metade, os reds voltaram a entrar mais fortes e Sadio Mané, aos 51’, fez o terceiro golo, sentenciando quaisquer esperanças ainda vivas do lado do conjunto de Pep Guardiola.

Seria, de resto, pelo internacional português Bernardo Silva que chegaria o único golo apontado pelo City, aos 78’, numa reação já tardia e que não mudaria o rumo da partida.

Com este resultado, o Liverpool segue firme no topo da tabela, agora com 34 pontos, a 8 do Leicester City e Chelsea, 2.º e 3.º classificados, que venceram os respetivos desafios, e ultrapassaram assim os citizens, que cairam para o 4.º lugar, a um ponto dos foxes e dos blues.

Depois da conquista do inédito bicampeonato por parte dos citizens, Klopp parece agora cada vez determinado em estender a passadeira vermelha para um troféu que Anfield não vê há três décadas, desde 1989/90, quando o Liverpool conquistou a última Liga inglesa.

Ainda em Inglaterra, destaque para o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, que recebeu e venceu o Aston Villa, por 2-1, com um golaço do português Rúben Neves e um tento de Raúl Jiménez. Depois de um arranque pouco promissor, os lobos somam já sete jogos sem perder na prova e subiram à 8 posição.

chapa 4 na divisão da liderança Em Espanha, Barcelona e Real Madrid venceram os respetivos jogos da 12.ª jornada da Liga espanhola e assumiram a liderança, deixando para trás a Real Sociedad, que tinha empatado (1-1) em casa com o Leganés. Em Camp Nou, os blaugrana venceram por 4-1, com Messi em grande destaque ao assinar um hat-trick. Já no País Basco, os merengues foram vencer o Eibar por 4-0, graças a um bis de Benzema, um de Sérgio Ramos e outro de Federico Valverde. Ainda em solo espanhol, uma referência para o Valência, que recebeu e venceu o Granada, a equipa sensação da temporada que contou com Rui Silva e Domingos Duarte, por 2-0. Do lado dos valencianos, Thierry Correia não saiu do banco, enquanto Gonçalo Guedes ficou de fora por lesão.

A equipa che ocupa agora o sexto lugar, com 20 pontos, a cinco dos líderes.