Sociedade

Governo prevê aumentar efetivo da Polícia Marítima até 2021

A informação foi avançada por João Gomes Cravinho, ministro da Defesa. 

João Gomes Cravinho, ministro da Defesa, adiantou este domingo que, “pela primeira vez em dez anos”, o efetivo da Polícia Marítima vai aumentar em 10% até ao início de 2021. O próximo concurso prevê a integração de 25 agentes que se irão juntar aos 39 que terminaram o curso e entraram agora ao serviço. Neste momento, a Polícia Marítima tem cerca de 530 efetivos. 

O ministro da Defesa falou à margem da cerimónia comemorativa do centenário da Polícia Marítima, que decorreu este domingo em Quarteira e, além do aumento do número de agentes, João Gomes Cravinho falou também sobre as alterações dos estatutos desta unidade policial.

"Temos um conjunto de ideias que irão fazer parte de uma nova lei orgânica da Polícia Marítima para os tempos mais próximos e vamos evoluindo com o tempo", disse, acrescentando que é necessário um grande investimento, quer a nível dos equipamentos, quer a nível dos recursos humanos.