Sociedade

Ministro garante que acidente em pedreira de Vila Viçosa nada tem a ver com questões de segurança

Governante lamentou acidente.

O ministro do Ambiente e da Ação climática garantiu, esta segunda-feira, que o acidente numa pedreira, em Vila Viçosa, que levou à morte de um trabalhador, se tratou de um “acidente de trabalho”. João Pedro Matos Fernandes esclareceu que a ocorrência nada teve a ver com as condições de segurança da pedreira, que estava desativada.

"O acidente que aconteceu [sábado] é um acidente trágico, é um acidente de trabalho dentro de uma pedreira que esperemos que não volte a acontecer, mas que infelizmente às vezes acontece e lamentamos profundamente a morte do trabalhador. Mas é um acidente de trabalho que não tem nada a ver com as condições de segurança da pedreira", disse o governante, citado pela agência Lusa, à margem de um evento, no Porto.

Confrontado com o facto de a Polícia Judiciária (PJ) poder avançar com um pedido de acusação para o Ministério Público acerca do acidente que ocorreu há um ano numa pedreira de Borba e que vitimou cinco pessoas, o ministro deixou claro que se tratam de casos “completamente diferentes”.

"São coisas completamente diferentes. O que aconteceu há um ano [em Borba] está de facto em investigação liderada pelo Ministério Público (MP) e, portanto, a decisão de acusação ou não acusação é uma decisão do MP à qual o meu Ministério e eu somos completamente alheios", disse.

Matos Fernandes revelou ainda que na altura do acidente em Borba foram identificadas 191 pedreiras como tendo “algum risco” em Portugal e refere que dará mais dados no dia 19 de novembro.

"Aquilo que tivemos de fazer, fizemos. Em primeiro lugar, cuidar depressa daquilo que era a indemnização das famílias das vítimas e está feita e liquidada. E, em segundo, fazer uma transformação grande no que são as condições de segurança de pedreiras com o seu espaço exterior (...) Esse trabalho, e estamos muito perto de fazer um aniversário fatídico do acidente de Borba, será revelado nesse mesmo dia 19 de novembro", afirmou.

Recorde-se que o acidente que vitimou um trabalhador, de 53 anos, em Vila Viçosa aconteceu no sábado. O homem e uma máquina industrial caíram quando se procediam a trabalhos para entulhar e fechar aquela pedreira. O corpo foi resgatado este domingo ao final do dia.