Economia

OCDE antecipa travagem na desaceleração da economia portuguesa

Indicador coloca Portugal a recuperar pelo quinto mês consecutivo

A economia portuguesa continua em recuperação, de acordo com o indicador da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE), divulgado esta terça-feira.

O valor para Portugal fixou-se nos 98,94 pontos, segundo o indicador compósito da OCDE, desenhado para detetar pontos de viragem nos ciclos económicos entre seis a nove meses. Estes dados confirmam a tendência de recuperação da economia portuguesa, que se verifica há cinco meses consecutivos. O facto dos valores se situarem abaixo dos 100 pontos – o limiar que separa o estado de aceleração ou desaceleração das economias – mantém o cenário de desaceleração para Portugal nos próximos seis a nove meses, embora a tendência de queda se tenha agora tornado menos acentuada. 
Portugal fica ligeiramente abaixo em relação à média da Zona Euro, situada nos 99 pontos, que mantém a tendência de descida, verificada em todos os meses de 2019. Este valor já representa um mínimo que remete a 2013.

De acordo com os dados revelados pela OCDE, a desaceleração económica deverá manter-se na Alemanha, a maior economia da Zona Euro, e também no Reino Unido. Em contraciclo, a OCDE destaca o crescimento em França, tal como tem ocorrido nos últimos meses, e da Itália, que, recentemente, saiu de uma situação de recessão técnica.