Economia

Altice. Receitas atingem os 536 milhões de euros

Incremento das receitas, controlo dos custos operacionais e o efeito do programa de saídas realizado no 1º trimestre justificam este aumento.

 

As receitas da Altice Portugal atingiram os 536 milhões de euros no terceiro trimestre do ano, o que representa um aumento de 2,1% face a igual período do ano passado e 2,8% quando comparado com o trimestre anterior.  “A trajetória iniciada no 4º trimestre de 2017, reflete a recuperação e transformação potenciada pela estratégia da Altice Portugal, que conduz à afirmação cada vez maior da liderança no mercado de telecomunicações em Portugal”, revela a empresa liderada por Alexandre Fonseca, em comunicado.

O EBITDA subiu 1,2%, o que “representa uma tendência significativa de melhoria nos últimos 7 trimestres”. Mas a operadora lembra ainda que “mais marcante é a estabilização do mesmo no acumulado dos nove meses quando comparado com o período homólogo”. Na base deste crescimento está, segundo a operadora, “o incremento das receitas, o movimento de estabilização ao nível da margem bruta e comercial e a manutenção do rigoroso controlo e disciplina ao nível dos custos operacionais, beneficiando igualmente do efeito do programa de saídas realizado no 1º trimestre de 2019”. 

Meta cada vez mais perto

A operadora fechou o terceiro trimestre com 4,8 milhões de casas com fibra, estando cada vez próxima da meta estipulada para 2020: 5,3 milhões. “A estratégia comercial associada a fortes investimentos permitiu uma menor rotatividade e crescimento contínuo da base de clientes”, explica a empresa. As receitas do segmento consumo apresentaram um crescimento de 2,9% face trimestre anterior e um aumento de 0,9% em relação ao terceiro trimestre de 2018.

“ Este desempenho é resultado de uma tendência de recuperação sustentada, baseada num crescimento contínuo na base de clientes, fixando-se em 1,6 milhões (+1,2% nos últimos 12 meses), alavancada nas novas entradas, mas também no excelente controlo dos desligamentos, o que permitiu um crescimento contínuo nos últimos 8 trimestres, traduzindo-se em mais 37 mil clientes desde o início de 2018, com o aumento substancial dos clientes ligados em fibra ótica, fixando-se em 58% neste trimestre”, revela a Altice.

A base de clientes móvel pós-pagos com três milhões de subscrições apresentou o maior incremento em oito trimestres. Um aumento de 41 mil no 3º trimestre de 2019. No mesmo período, os serviços de TV atingiram os 1,4 milhões de Clientes, mais 16 mil em adições líquidas, tendo o segmento capturado nos últimos 12 meses cerca de 60 mil adições líquidas.

 Também a receita do segmento de serviços empresariais cresceu pelo quinto trimestre consecutivo quando comparada com o mesmo período do ano anterior, tendo aumentado 3,6% no 3º trimestre de 2019, “sobretudo pelo forte aumento da Altice Labs, aliado aos desempenhos dos segmentos empresarial (B2B) e grossista”, acrescenta.

Já as receitas da Altice Labs aumentaram 30% no terceiro trimestre face ao período homólogo, mas ficaram alinhadas com o segundo trimestre de 2019, “devido ao aumento das vendas de hardware, que compensaram a redução das receitas de serviços”.