Economia

Dados do INE revelam desaceleração de crescimento da economia portuguesa para 0,3%

Valor do PIB estabiliza em termos homólogos nos 1,9%.

A economia portuguesa voltou a crescer no terceiro trimestre de 2019, embora a um ritmo mais baixo do que o verificado no trimestre anterior, segundo os dados revelados nesta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 0,3% em termos reais, o que configura uma desaceleração em comparação com o segundo trimestre deste ano, onde a variação em cadeia foi de 0,6%. Os dados do INE indicam que a economia portuguesa estabilizou em termos homólogos, com um crescimento de 1,9%, uma taxa idêntica à verificada no mesmo período do ano passado.

De acordo com o relatório apresentado, esta desaceleração da economia explica-se pela quebra no investimento, que registou um crescimento menos intenso. Outro dado negativo surge com a procura externa líquida que se manteve em terrenos negativos, observando-se, ainda assim, uma aceleração das importações e das exportações de bens e serviços.

Segundo o INE, o aumento do PIB em 0,3%, em relação ao segundo trimestre, beneficia do contributo positivo da procura interna, em particular através de uma aceleração do consumo privado.