Economia

Comporta. Contrato com Claude Berda e Paula Amorim já foi assinado

O i sabe que está previsto um investimento na ordem dos mil milhões de euros a ser aplicado nos próximos anos.

O consórcio Vanguard Properties e Amorim Luxury já adquiriu os ativos imobiliários do Fundo da Herdade da Comporta, depois de um longo processo burocrático. Estes ativos, denominados Comporta Dunes e Comporta Links, totalizam cerca de 1,380 hectares de área de desenvolvimento e floresta. Ao que i apurou houve “um conjunto de procedimentos, complexos e longos” que contribuíram para a derrapagem da transferência de propriedade para o consórcio de Paula Amorim e Claude Berda. 

Um cenário que acabou por ser admitido, pelos novos proprietários, ao revelarem que “ficou, assim, concluído um longo trabalho de negociação e formalização do processo de aquisição que vai permitir o desenvolvimento de toda uma região, criando emprego, oferta turística de altíssima qualidade, tudo num contexto de respeito pela vida, pelos ecossistemas, e pela sustentabilidade futura”

A venda foi decidida no final do ano passado depois de os participantes do fundo detentor terem aprovado em assembleia-geral a venda dos ativos da propriedade ao consórcio Claude Berda e Paula Amorim por 158 milhões de euros. Um valor que representa uma melhoria de 1,8 milhões de euros face à proposta inicial. A este valor há que somar ainda uma garantia, correspondente a cerca de oito milhões de euros, que ficará em vigor durante nove meses, para cobrir eventuais perdas caso os ativos não estejam de acordo com a descrição no contrato.

A empresária portuguesa chegou a garantir que a aquisição é importante “para a Amorim Luxury na sua estratégia de crescimento e posicionamento enquanto marca portuguesa hoteleira e de lifestyle da mais elevada qualidade internacional, concretamente através do seu conceito JNcQUOI”, acrescentando que representa «um passo decisivo num longo processo em que nos envolvemos com empenho e sentido de responsabilidade”.

O novo projeto - que poderá envolver a mudança de nome da Herdade da Comporta - deverá contar com hotéis, vilas e condomínios e um vasto número de iniciativas de apoio às comunidades, centros de arte, cultura e design, e centros de saúde e bem estar para atividades de relaxamento. Há ainda planos para incluir academias desportivas de golfe, ténis e padel, comércio e restauração, bem como um museu e uma igreja.

O i sabe que está previsto um investimento na ordem dos mil milhões de euros a ser aplicado nos próximos anos.