Internacional

Manifestações dos coletes amarelos obrigam a intervenção policial

Já foram detidas pela polícia, pelo menos, 33 pessoas.

Várias manifestações dos coletes amarelos estão a ocorrer em Paris, um dia antes de se assinalar o primeiro ano desde o início das manifestações. Estão previstas para este sábado mais de 200 concentrações por todo o país.

O lusodescendente Jerome Rodrigues, um dos principais membros do movimento, afirmou esta sexta-feira que “iam acontecer muitas coisas” este sábado na capital francesa.

Por volta das 10h da manhã, a polícia teve de utilizar gás lacrimogéneo para dispersar centenas de manifestantes perto de Porte de Champerret. De acordo com o jornal Le Parisien, já foram detidas pela polícia, pelo menos, 33 pessoas.

Vão sair duas manifestações autorizadas da Praça de Itália e em Porte de Champeret, no entanto, por volta das 10h da manhã, a polícia teve de utilizar gás lacrimogéneo para dispersar centenas de manifestantes perto de Porte de Champerret, visto estes se terem reunido uma hora antes.

Tambem junto ao Sacré Coeur juntaram-se algumas dezenas de coletes amarelos, com o objetivo de iniciar uma marcha até à Bastilha, ao som da música “On lâche rien” adotada pelo movimento desde os primeiros dias de manifestação em 2018.

 Priscillia Ludosky, uma das figuras do movimento, afirmou que a partir das 14 horas estão previstas as maiores manifestações, com os coletes amarelos a tentar ligar a praça de Itália a Franz-Listz, citando o Le Monde.